Magnésio: um grande mineral

Dentre os elementos minerais do organismo humano, o magnésio é considerado o segundo em importância, logo depois do potássio.

Os minerais são micronutrientes essenciais para a vida. Não são necessárias grandes quantidades para suprir as suas necessidades diárias, porém, o metabolismo pode ficar comprometido caso ocorra uma deficiência. O magnésio tem sido cada vez mais reconhecido pelos profissionais da saúde como um mineral de grande importância nutricional. Vamos conhecer mais sobre ele?

 
Principais benefícios
O magnésio atua na saúde óssea, cardiovascular, muscular e na manutenção dos demais tecidos.
a)    Saúde óssea:Uma grande porcentagem do magnésio em nosso corpo encontra-se armazenado nos ossos, estando diretamente relacionado à densidade óssea. Essa função é extremamente importante para crianças e adolescentes, cujo crescimento adequado depende da densidade correta dos ossos. Para os adultos e idosos, porém, as propriedades do magnésio são excelentes para manter os ossos saudáveis ao longo da vida
Este mineral, juntamente com a vitamina D e o zinco, atuam na regulação dos níveis de cálcio no organismo. Em quadros de deficiência de magnésio prolongada, é possível desencadear a osteoporose. A ingestão adequada deste mineral, bem como de vitamina D e cálcio, são a melhor forma de prevenção desta doença, que aumenta o risco de fraturas perigosas, principalmente para pessoas mais idosas.
b)    Saúde cardiovascular:O magnésio é um grande aliado da saúde do coração. Atua na manutenção do ritmo cardíaco, tanto em ritmos cardíacos anormais – taquicardias (coração acelerado), como em bradicardias (coração lento). Também está relacionado à prevenção de espasmos das artérias coronarianas e desempenha um papel muito importante no controle da pressão arterial, como vasodilatador. 
c)    Saúde muscular:Este mineral contribui para o perfeito funcionamento do sistema músculo-esquelético, pois proporciona o relaxamento dos músculos, trazendo assim um efeito calmante. O cálcio age na contração das fibras musculares lisas e esqueléticas e o magnésio age no relaxamento. Os baixos níveis de magnésio no corpo podem levar a contrações musculares involuntárias e câimbras. Atletas precisam dar uma atenção dobrada à sua ingestão de magnésio, pois sua carência poderá comprometer o desempenho durante a atividade física.
d)    Outras funções: Atua no metabolismo cerebral, na neurotransmissão e na síntese de serotonina, tem importância para o fortalecimento do sistema imune, além de estar relacionado com inúmeros processos metabólicos vitais para todas as células do organismo.
 
Onde encontrar?
Alimentos ricos em magnésio são abundantes na natureza, portanto, não é difícil obter níveis adequados desse mineral através de uma alimentação saudável e balanceada.
É encontrado em frutas como uva, banana e abacate; grãos e derivados como a granola, gérmen de trigo e aveia; sementes e nozes como gergelim, amendoim, girassol castanha e amendoim, além de leite, soja, grão de bico, pão, batata, beterraba, couve e espinafre.
Para suprir as necessidades do organismo, a ingestão diária recomendada é de 400mg de magnésio por dia. No caso de quaisquer impedimentos, ou de necessidade de obter níveis especialmente elevados, há a possibilidade de usar suplementos de magnésio.

Porém, uma alimentação rica em verduras, frutas e hortaliças, como por exemplo, a alimentação vegetariana, é capaz de fornecer um aporte completo diário de magnésio. E aí, você já pensou em ser vegetariano? Além do magnésio, muitos outros minerais e vitaminas são encontrados no reino vegetal! Que tal conhecer mais sobre o vegetarianismo?