O que você precisa saber sobre estrias

Você sabe o que são essas pequenas marquinhas na sua pele? Como elas surgem? É possível removê-las? Descubra agora!

É difícil encontrar uma mulher que nunca reparou ou mesmo desejou se ver livre das famosas estrias. Algumas (raras) mulheres, agraciadas pela genética, não possuem estrias. As demais possuem, em maiores ou menores proporções. Porém, existem alguns mistérios sobre a estria.  Por isso, reunimos aqui o melhor conteúdo, para mostrar a você o que realmente é necessário saber sobre estrias. Continue a leitura!

 
Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, estria é uma atrofia tegumentar adquirida que surge quando as fibras elásticas e colágenas (responsáveis pela firmeza da pele) se rompem e formam “cicatrizes”. Essas fibras se rompem, normalmente, quando há um estiramento repentino da pele. As estrias podem ocorrer em homens, mas são mais propensas nas mulheres.
Na adolescência e na gestação ocorrem grande estiramento de pele, e por isso, são as fases mais favoráveis para o desenvolvimento de estrias. Outras condições que podem causar o aparecimento de estrias são o ganho e perda contínuos de peso em pouco tempo, o uso de medicamentos à base de corticóides, hormônios e anabolizantes e também o excesso de atividades físicas.
 
Como classificá-las?
As estrias podem ser classificadas em dois tipos: as de cor cor arroxeada ou rosa, que significa que são lesões recentes, e as de cor esbranquiçada, que significa que já são lesões antigas cicatrizadas. Elas se apresentam de forma linear, paralelas, uma ao lado da outra. O tamanho pode variar, sendo desde um pequeno risco, até algumas com maiores centímetros de extensão e largura. Dentre os locais mais comuns que elas aparecem estão o abdômen, quadril, costas, ombros, seios, coxas e nádegas.
Os sintomas estão relacionados às estrias recentes, rosadas, que podem apresentar leve coceira e irritação na pele. Com o passar do tempo, essa estria recente vai perdendo sua coloração e passa a ficar cada vez mais esbranquiçada. As estrias não trazem qualquer agravante para a saúde, são inofencivas. O maior problema está na questão estética.
 
É possível eliminá-las?
Infelizmente, não há nenhum procedimento ou tratamento estético para quem quer eliminar definitivamente as estrias. Existem inúmeras técnicas, cremes e ácidos usados como tentativas para amenizar a aparência das estrias, e o dermatologista é o profissional mais indicado para prescrevê-los. Quando ainda são novas, existem mais chances de atênuá-las, mas os tratamentos requerem tempo e não dão garantia de resultados.   
Não há evidências também de que é possível evitar o seu surgimento. O cuidado mais importante é tentar controlar o ganho de peso, evitando que a pele sofra grandes distensões. Os hidratantes e óleos vegetais não podem impedir a quebra de colágeno. Eles apenas contribuem para manter a sua pele hidratada e macia. No entanto, não dispense esse cuidado. Ter uma pele linda e bem cuidada faz bem para todas as mulheres!
 
Como então lidar com as estrias?
Em primeiro lugar, não deixe que essas pequenas cicatrizes roubem a sua autoestima.Você precisa se olhar no espelho e aprender a gostar do que vê. Não dê espaço para os pensamentos negativos. Não existe corpo perfeito. Você não precisa se encaixar no padrão de beleza imposto pela mídia e pela sociedade, que na verdade são padrões irreiais e manipulados digitalmente. A beleza está nas imperfeições. Reconheça como é bom ser mulher. As estrias podem ter aparecido na sua adolescência, quando seu corpo passava por inúmeras transformações ou mesmo sejam lembranças da gravidez, uma fase tão sublime e que mudou a sua vida completamente! As estrias, nada mais são, do que parte da sua história de vida.
 
Se você conhece alguma mulher que tem dúvidas sobre as estrias ou que tem dificuldade de aceitá-las, compartilhe este artigo com ela!